Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2007

A Evolução Histórica do Turismo

O Turismo não é um fenómeno novo, pois muitas civilizações anteriores ao século XIX, já o conheciam e ao mesmo tempo, também o praticavam. A civilização ateniense já praticava turismo, pois existiam nos subúrbios de Atenas residências secundárias, que seriam casas de férias. Entre os romanos, as termas reuniam as classes privilegiadas como as de Pompeia ou Miróbriga. Tal como hoje, estas formas de vida, que afectaram uma pequena elite; desenvolveram-se num mundo enriquecido e politicamente estável: corresponderam ao supérfluo, que a mais pequena crise põe em jogo.
          É no século XIX que o Turismo torna-se numa realidade, devido ás melhores condições de vida, resultantes com as reivindicações conseguidas na Revolução Industrial, tais como: a redução do horário de trabalho.
         Em Portugal, é em 1840, que surge o primeiro sinal para o início do turismo em Portugal, com a inauguração, em Lisboa do primeiro Hotel – o Hotel Bragança. Em 1780, existia já o Hotel Lawrence em Sintra, uma estância real, que segundo os costumes da época, era excelente para doentes convalescentes em doenças pulmonares ou tuberculosos, e ainda para doenças de natureza débil. É fundada, no Porto, por Bernardo Luís Vieira de Abreu a Agência Abreu, hoje com escritórios nacionais e internacionais.
A partir de 1850, instala-se em Portugal, a moda do “veraneio”, atribuía-se ao ar marítimo e aos banhos os melhores efeitos curativos. Deste modo, a atracção pelo mar é geral, tocando o seu interesse não apenas às elites citadinas nacionais e estrangeiras, mas também ás classes modestas e aos rurais das Beiras e do Algarve. Nesta altura, despertou-se ainda por toda a Europa incluindo Portugal, o interesse pelas termas utilizadas com fins terapêuticos. É neste período de 1850, que são construídas as primeiras estradas, abertas linhas de caminho-de-ferro, surgem também as primeiras companhias transportadoras com agentes locais ou simples correctores. O desenvolvimento da aviação comercial, o aparecimento do automóvel, e o Marketing dos operadores turísticos, começa a lançar os turistas para os países do Sul de Itália, Grécia, Espanha e Portugal.
         Entretanto, o progresso económico dos países, o aumento do período de férias e as férias pagas, são factores que contribuíram para aquilo a que designámos por turismo de massas interessados em Sol, Praia e Mar. Devido a esta avalanche de turista, era urgente o desenvolvimento rápido da indústria turística, de modo, a criar as infra-estruturas indispensáveis, tais como: a construção de Hotéis, Pousadas, Estalagens, a criação de aeroportos e mais algumas Agências de Viagem. Para além do turismo de Sol e Mar formam criados outros tipos de Turismo com vista a promover a nossa oferta turística: Turismo de Termalismo, Turismo de Negócios, Turismo Religioso, Turismo Cultural, Turismo Desportivo, entre outros.
         No caso concreto de Portugal, a indústria turística muito tem contribuído para o desenvolvimento do país, e de entre todos os sectores de actividade económica, o turismo, é o que está mais exposto ás alterações produzidas na sociedade, e aquele que, melhor reflecte essas alterações.
sinto-me:
música: We are the Champions
publicado por anaturismo às 20:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Evolução Histórica do T...

.arquivos

. Janeiro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds